SMTT retira 50 ônibus precários de circulação em Aracaju

Avalie essa página

A Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT) retirou de circulação 50 ônibus das empresas São Cristóvão Transporte Ltda e Viação Cidade de Aracaju (VCA). Os veículos estavam em péssimas condições de uso e mesmo assim eram utilizados no transporte público da capital sergipana e área metropolitana.

Para suprir a demanda, veículos das empresas Tropical Progresso e Modelo Halley substituem os que foram retirados de circulação. “Nós tínhamos diversas reclamações da qualidade desses veículos que não tinham a condição mínima para o transporte na cidade de Aracaju de pessoas. São ônibus quebrados, com pneus carecas, bancos danificados, entre outros problemas. Retiramos esses anos, pedido então para que eles reformem e deixem como frota reserva para em caso de necessidade eles usem como frota reserva”, explica Nelson Felipe da Silva Filho, superintendente da SMTT Aracaju.





A VCA vem enfrentando problemas há pelo menos um mês como, por exemplo, a apreensão de ônibus por causa de débito com o banco financiador, atraso no pagamento de salários e benefícios dos trabalhadores e paralisação do serviço.

Por causa disso, a SMTT retirou a concessão de seis linhas da VCA para estas que sejam feitas por outras empresas. As linhas com alterações de operador são: 408 – Paraíso Sul/DIA, 500 CC1 – Circular Cidade 01, 002 – Fernando Collor/DIA, 008 – Santa Tereza/Bairro Industrial, 061 – Marcos Freire/Centro e 701 – Jardim Atlântico/Centro.

Nelson Felipe acredita que há probabilidade de que as novas operadoras dessas linhas absorvam os trabalhadores que forem consequentemente demitidos da VCA. “Cerca de 200 trabalhadores entre motoristas, cobradores e mecânicos têm grande possibilidade de serem admitidos pelas outras empresas que passarão a administrar as linhas. Cabe a Tropical Progresso e Modelo Halley tal remanejamento e aproveitamento de pessoal”, afirma o superintendente da SMTT.

Fonte: G1





Deixe seu comentário